Por que começar a estudar agora para a PGE-SP?

Autor Arnaldo Bruno

David Pinheiro

Atualmente, são cerca de 320 vagas disponíveis no Estado
Atualmente, são cerca de 320 vagas disponíveis no Estado


Olá [email protected]!


Certamente o concurso de ingresso para Procurador do Estado na PGE-SP é a melhor e maior oportunidade em âmbito de Procuradorias num médio prazo. Há cerca de 320 cargos vagos (o que é raro em Procuradorias), tendo sido autorizado o provimento de 100 cargos, mas com possibilidade de nomeações em um número maior, dada a expressiva quantidade de vacâncias. Some-se a isso a excelente remuneração, que ainda é acrescida de ajuda financeira que custeia cursos de pós-graduação, livros, notebooks e tablets, curso de idiomas e aquisição de software. Além disso, a legislação estadual prevê a possibilidade de “trabalho remoto”/ “teletrabalho”/ “home office” (ainda pendente de regulamentação), algo super atrativo quando se concretizar. Portanto, é um concursão!!! 

Nós, do Mege Advocacia Pública, estamos acompanhando cada passo desse concurso da PGE-SP. As últimas notícias dão conta de que o edital será publicado no mês de fevereiro. Espera-se a prova em torno do mês de abril. Logo, a se confirmar esse panorama, teremos em média 90 dias para a prova objetiva, tempo suficiente para fazer uma preparação de qualidade, sem pretensões de esgotar o edital; muito pelo contrário: é necessário implementar o estudo estratégico!

Mas como assim estudo estratégico?

A premissa básica é saber o perfil da prova. Pois bem, a prova da PGE-SP é elaborada por uma comissão de Procuradores do Estado de São Paulo (os respectivos membros estão em uma de nossas postagens do instagram), razão que lhe confere bastante peculiaridade. De todo modo, o conteúdo das obras e produções dos examinadores são mais exigidos na fase discursiva, e não na fase objetiva.

Como eu cheguei a essa conclusão?

​Sempre antes de lançarmos uma turma fazemos um estudo minucioso da banca examinadora, a fim de identificar os temas mais incidentes e as respectivas metodologias de cobrança (lei, súmula, jurisprudência, doutrina). A esse estudo intitulamos “Raio-X”. E o mais legal é que o Raio-X da PGE-SP está disponível para ser baixado gratuitamente por você, seguidor do Mege.

E não para por aí!

​Toda preparação adequada e eficaz perpassa por um material de qualidade e confeccionado por professores qualificados e especialistas no assunto. Aqui você terá acesso à parcela de nosso material específico da 2ª Turma pré-edital da PGE-SP totalmente atualizado com a reforma trabalhista, nova lei de terceirização, com a MP 808/2017, além de robusta abordagem da legislação estadual, tudo isso elaborado por quem manja do assunto, a saber:

Lucas Pessôa Moreira: Professor de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho. Procurador do Estado de São Paulo desde 2013. Chefe da 7a Subprocuradora da Procuradoria Judicial (contencioso trabalhista da capital). Bacharel em Direito pela Universidade Federal Fluminense (2011). Especialista em Direito da Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (2012). Mestre em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2017). Aprovado nos concursos de Procurador do Município de Petrópolis-RJ, Procurador do Município de Volta Redonda-RJ e Procurador da Câmara Municipal de Angra dos Reis-RJ.

Leonardo Castro de Sá Vintena: Professor de Direito de Pessoal e Previdenciário Público. Procurador do Estado de São Paulo desde 2010. Aprovado Procurador do Estado do Rio Grande do Sul em 2010. Aprovado Advogado da Petrobras em 2009. Graduado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Especialista em Direito Processual Civil pela Escola Superior da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo.

Amanda Lins Brito Faneco Amorim: Professora de Direito Administrativo. Advogada da União, lotada na Procuradoria Geral da União, em Brasília/DF. Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-graduada em Direito Administrativo e em Direito Civil. Aprovada nos seguintes concursos na carreira da advocacia pública: Procurador do Estado do Rio Grande do Norte (2015). Procurador do Estado do Paraná (2015). Procurador do Município de Salvador (2015). Procurador do Município de Carpina (2016). Procurador da Fazenda Nacional (2015). Advogado da União (2015).
 
Leydslayne Israel Lacerda: Professor de Direito Tributário. Procuradora do Estado de São Paulo desde 2010. Procuradora do Estado Assistente no Gabinete da Procuradoria Fiscal. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006). Especialista em Direito Processual Civil pela Escola Superior da Procuradoria do Estado de São Paulo (2015), aluna da Especialização de Direito Tributário da Escola Superior da Procuradoria do Estado de São Paulo. Aprovada em concurso para Advogado do Município de Coronel Fabriciano/MG.
 
Agora deixo vocês na companhia desses 2 excelentes materiais totalmente gratuitos. E quem quiser ser nosso aluno ainda dá tempo! Continuam abertas as inscrições para a 2ª Turma pré-edital para a PGE-SP.
 
Bons estudos!

Receba conteúdos exclusivos